1º Mostra Virtual
Exposição Individual
"Arte do Imaginário Feminino"

Fatima Marques

Fatima Marques é artista plástica há mais de 15 anos. Com influências do acadêmico e do contemporâneo, a artista cria obras que refletem o Universo do Imaginário Feminino no que tange a beleza, sentimentos, sonhos e reflexões/questionamentos cotidianos da vida.

A produção da artista está configurada na técnica óleo sobre tela – Estilo Figurativo realista contemporâneo, através de uma linguagem artística intrinsicamente associada ao sentir, sob a ótica do “universo do feminino”. O diálogo entre a arte clássica e contemporânea, caracteriza seu trabalho, e está relacionado ao que se pode conceituar de “Realismo Imaginário/Fantástico” (ou seja, a intersecção entre o mundo real/concreto e o mundo dos sonhos, da interiorização de si, das emoções e perspectivas possíveis).

Fatima Marques traz em seu trabalho a marca de uma aguda sensibilidade artística, que dá vida e energia as suas figuras atemporais, numa sábia relação entre o clássico e o contemporâneo. É, antes de tudo, uma artista com um domínio natural da técnica. Seu trabalho também está intrinsicamente associado ao sentir, na busca de uma linguagem pessoal e de um eixo temático afinado com sua sensibilidade feminina.  Em suas obras, a artista discute aspectos da vida contemporânea de uma maneira poética e cativante. Trata-se de uma artista da técnica com emoção.

 Fatima Marques é artista plástica há mais de 15 anos. Com influências do acadêmico e do contemporâneo, a artista cria obras que refletem o Universo do Feminino no que tange a beleza, sentimentos, sonhos e reflexões/questionamentos cotidianos da vida.

Tendo atuado como alta executiva de Marketing (formada em Administração de Empresas pela USP) em algumas das maiores empresas multinacionais de bens de consumo, por mais de 30 anos, viveu e sentiu de perto os desafios, para uma mulher, do mundo coorporativo (um mundo muito masculino, na época, portanto racional, lógico e competitivo) o que consistia, de certa forma, reprimir sentimentos, emoções, sonhos… Assim, Fatima Marques descobriu na pintura, a forma ideal de extravasar reflexões, sentimentos e sonhos. Além é claro, de poder desestressar do dia a dia profissional, poder se conectar consigo mesma e estar com a mente no presente/no agora.

A união desses elementos, gerou a identidade visual e a temática pelos quais a artista é conhecida atualmente… a “Arte do Imaginário Feminino, das emoções e sonhos possíveis”.

Fascinada pelo mundo das artes, especialmente pela técnica de grandes mestres da pintura à óleo da Renascença e período Barroco, e pelo estilo Surrealista, ao longo

de uma maneira poética e cativante. Trata-se de uma artista da técnica com emoção. dos anos, adquiriu seus conhecimentos através de cursos de história da arte, viagens internacionais e em ateliê de pintura, onde pode aprimorar o desenho, as técnicas e a criatividade.

Assim, a produção da artista está configurada na técnica óleo sobre tela – Estilo Figurativo realista contemporâneo, através de uma linguagem artística intrinsicamente associada ao sentir, sob a ótica do “universo do feminino”. O diálogo entre a arte clássica e contemporânea, caracteriza seu trabalho, e está relacionado ao que pode – se conceituar de “Realismo Imaginário/Fantástico”(ou seja, a intersecção entre o mundo real/concreto e o mundo dos sonhos, da interiorização de si, das emoções e perspectivas possíveis).

A artista, desde 2005, tem participado de Exposições Coletivas pelo Brasil e exterior, com inúmeras premiações em sua categoria. Divulga seu trabalho através de Galerias no Brasil e Europa e tem suas obras catalogadas em publicações de arte no Brasil e no exterior. Com grande repercussão, expôs seus trabalhos em importantes salões e galerias de Paris/França; nos Estados Unidos; na Itália e em Portugal. Participou, em jan./2018, da XII Biennale d´Arte Internazionale di Roma, tendo sido premiada com o 2º lugar da Bienal – categoria Pintura. Em 2016 participou da “27ª Mostra Mercato d`Arte Moderna e Contemporânea di Pádova” / Itália, tendo sido selecionada a participar do Art Talent Show. Ainda em 2016 participou da Collettiva Artisti Brasiliani em Tívoli, Roma /Itália, tendo sido premiada com o 1º Prêmio em pintura

Fatima Marques traz em seu trabalho a marca de uma aguda sensibilidade artística, que dá vida e energia as suas figuras atemporais, numa sábia relação entre o clássico e o contemporâneo. É, antes de tudo, uma artista com um domínio natural da técnica. Seu trabalho também está intrinsicamente associado ao sentir, na busca de uma linguagem pessoal e de um eixo temático afinado com sua sensibilidade feminina.  Em suas obras, a artista discute aspectos da vida contemporânea

 

 CURRÍCULO

 FORMAÇÃO

 – Formação: Administração de Empresas – FEA/USP

– Curso de História da Arte com Mali Frota Villas Bôas (galerista, critica e

   historiadora de Arte)

– Curso História da Arte com Rodrigo Naves (crítico e historiador de Arte)

 

EXPOSIÇÕES

  • Exposições individuais:

 2019

  • “Metáforas de sentimentos” – Exposição Individual no Circolo Italiano di San Paolo/SP
  • “Metáforas de sentimentos” – Exposição Individual no Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo – CRCSP

2018

  • “Impulsos criativos” – Exposição Individual na Prefeitura da cidade de Jaguariuna/SP

2017

  • “Metáforas de Sentimentos” – Individual na Galeria Spazio Surreale – São Paulo/SP
  • Exposições coletivas:
  • Internacionais:

   2019

                   “ARTEXPO New York” / EUA

2018:  – “XII Biennale d´Arte Internazionale di Roma “Sale del Bramante – Roma/Itália

(Prêmio 2º lugar – categoria Pintura)

– “ARTEXPO New York” / EUA

 – “Contemporary Art Fest” – Consulado Brasileiro em Los Angeles/EUA

 – “Pintores Brasileiros” – Castelo de Vide/Portugal

– “Salon International D´Art Contemporain” Paris/França

– “Spectrum Art” – Miami/ EUA

 

2016:    – “27ª Mostra Mercato d`Arte Moderna e Contemporânea di Pádova” / Itália,

Tendo sido selecionada a participar do Art Talent Show

– “Prêmio Villa d`Este”, Collettiva Artisti Brasiliani em Tívoli, Roma /Itália

(premiada com o 1º lugar em pintura)

 

 2013: – “Contemporary Brazil & Baroque Roots”, exposição coletiva na sede das

Nações Unidas em Nova York /Estados Unidos

 

2012: – “Société Nationale des Beaux Arts de Paris” París – França

 

2011: – “San Paolo/Milano – Cittá Sorelle”, coletiva na Mostra D´Arte Contemporânea em Milão/Itália.

Nacionais:

2018

  • “XXXVIII International Cultural Exchange of Art”, na Galeria de Arte Licia Simonetti – Limeira/SP
  • “VIII Salão Internacional de Artes Visuais na ALESP” – Assembléia Legislativa Estado São Paulo
  • “Encontros” no John Mabe- Espaço Arte e Cultura – São Paulo/SP
  • “São Paulo em Cores” na Casa de Portugal – São Paulo/SP • “Mottainai” no Memorial da América Latina – São Paulo
  • “XXXII Mostra de Arte da VIDA” – Casa de Apoio da Granja Viana no Centro Brasileiro Britânico São Paulo/SP
  • “Arte, Esporte e Solidariedade”, coletiva no Espaço Paulista de Arte – São Paulo/SP

2017

  • “Coletiva na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo” ( premiada com o 1º lugar)
  • “Universos Cromáticos” – coletiva na Inn Gallery São Paulo/SP
  • “Valorizando a Arte” – coletiva na Assembléia Legislativa Estado de São Paulo

2016

  • “Entre o saber e o criar”, coletiva na Galeria Spazio Surreale – São Paulo/SP
  • “Diferentes formas” – coletiva no Espaço EPIX- São Paulo/SP
  • “Conexão da Arte” – coletiva no Espaço EPIX – São Paulo/SP
  • “Incontri D´Arte – coletiva na Galeria Spazio Surreale – São Paulo/SP

2015

  • “Abstrato e/ou Figurativo” – coletiva no Espaço Decorart – São Paulo/SP

2014

  • “2º Salão de Outono da América Latina”, coletiva no Memorial da América Latina
  • “Esporte e Arte” – Coletiva Internacional no Espacio Uruguay do Banco Republica Oriental del Uruguay – São Paulo
  • “Diálogo entre 4 linguagens Artísticas” – coletiva no Blue Tree Premium- São Paulo/SP

2013

  • “Art D – 1” – coletiva no Espaço Conceito 507- São Paulo/SP
  • “Exposição da Galeria Mali Villas Bôas” na Casa da Fazenda do Morumbi- São Paulo/SP
  • “Arte Profana e Sagrada” – no Art Inside Piola Jardins- São Paulo/SP

2012

  • “Candido Portinari – vida e obra”,coletiva SABINA – Centro do Saber e Conhecimento – Prefeitura Santo André/SP
  • “A Arte de hoje” – coletiva na Galeria de arte do AABB São Paulo
  • “Projeto Cultural Café Jornal “- coletiva da Galeria Mali Villas Bôas- São Paulo/SP
  • “Na Rota da Arte” – coletiva no Clube Pinheiros – São Paulo/SP

2011

  • “Salão Internacional Luso Brasileiro Artes 2011”, na Casa de Portugal – São Paulo/SP
  • “Salão de Arte Contemporânea”, coletiva na Galeria Mali Villas-Bôas – São Paulo/SP
  • “Arte Contemporânea”, coletiva da Galeria Mali Villas-Bôas no Clube Pinheiros -São Paulo/SP
  • “Salão de Artes Plásticas da ABACH”, coletiva no Clube Paineiras do Morumbi – São Paulo/SP
  • “Salão Consciência do Meio Ambiente”, coletiva no Espaço Cultural do Palácio do Buriti, em Brasília/DF (obra catalogada)
  • “Águas de Março”, coletiva no Centro Cultural Martha Watt, em Piracicaba/SP
  • “VI Salão de Verão”, coletiva na Galeria Mali Villas Bôas – São Paulo/SP
  • “VIII Salão Meio Ambiente”, coletiva no Forte de Copacabana – Rio Janeiro/RJ
  • “2º Salão de Artes Plásticas” – coletiva no Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana/RJ/RJ
  • “XX SABBART-Salão Brasileiro de Belas Artes de Ribeirão Preto” /SP
  • “Exposição Coletiva” em parceria com Academia Brasileira de Arte Cultura e História e clube Paineiras – São Paulo

2010

  • “III Salão de Artes Plásticas de S. José do Rio Preto” São Paulo
  • “III Salão Nacional de Artes”, coletiva na ADESG do Rio de Janeiro/RJ
  • “Virada Cultural “- coletiva na galeria Monalisa – Curitiba / PR

2005

  • “Salão de Artes Plásticas da AASA”, São Paulo/SP
  • “IX Salão Bienal de Artes Plásticas de Santo Amaro”, coletiva no Clube Paineiras no Morumbi – São Paulo/SP
 

GALERIAS DE ARTE QUE REPRESENTAM A ARTISTA:

 

    – Inn Gallery Arte e Design – São Paulo/SP

 

   – Marcelo Neves Art Gallery – São Paulo/SP

 

   – Galeria ExpoArte – Brasília /DF

 

  TEXTO CRÍTICO

 

Arte e feminilidade com inspiração poética (por Emanuel L. Massarani – crítico de arte e presidente do IPH – Instituto de Recuperação do Patrimônio no Estado de São Paulo)0
do Patrimônio Histórico no Estado de São Paulo

 

       Existem duas categorias de artistas: aqueles que pintam pelo resultado e com a mente, e outros que pintam vibrando pelo processo criativo e pela paixão do coração aberto a sensações. Ambas as tendências são válidas, mas Fatima Marques faz parte da segunda identidade.

          Suas obras não pedem somente para serem admiradas, mas de serem vivenciadas no âmago de sua inspiração, guardemo-las, portanto dentro de cada um de nós, que elas vos transmitam força e motivação e que nos reconduzam ao empenho mais determinado da sensibilidade.
        A presença feminina na arte permite reflexões e discussões que, através das obras de Fatima Marques aqui reunidas, são exemplos que indicam arte, mistério e sedução que provém do ser feminino, também imaterial. Símbolo de sonhos e desejos, elas formam uma imagem emanescente que pode ser alcançada, através do sonho, da esperança e do desejo. Vitorio Sgarbi, conhecido intelectual italiano, costuma se perguntar por que as mulheres são as mais discutidas, as mais consideradas e desejadas dentre todas as manifestações literárias e artísticas do homem. Em sua análise, conclui que os homens poderiam, pelo menos, iluminar o mistério da mulher.

         No caso de Fatima Marques, ela retrata figuras femininas dentro de contextos dos mais variados na dimensão da criatividade, que vão além da corporalidade, numa ambientação pelo mundo, retratando cidades históricas e modernas, num contexto que valoriza monumentos, parques e até mesmo, a calmaria do campo. Trata-se de uma pintora que injeta em suas obras o amor, a dor e a piedade. Ela é, pois, uma criadora de sentimentos que não esquece de ser antes de tudo, uma artista. Eis porque Fatima Marques revela em suas obras a grandiosidade de sua arte, bela, detalhada, primorosa e ao mesmo tempo de inspiração marcadamente poética.

        A arte, desde seus primórdios, não se coloca tão somente como uma linguagem útil a comunicar experiências, mas se impõe como uma forma capaz de interagir com as forças naturais ou até mesmo, com o Divino. Isto se evidencia das primeiras representações do corpo humano, como manifestam no tempo as pinturas rupestres. A austera classicidade de algumas figuras femininas de Fatima Marques se dissolve, sobretudo, numa atitude humana. Naturalmente, o corpo feminino é o meio importante para entrar em contato com a natureza, para recuperar aquele espírito primitivo, que nos consente de viver como seres novos, longe das tentações de uma sociedade viciada.

 

       Graças a um estilo elegante e a uma técnica pictórica refinada, a artista consegue valorizar cenas da vida contemporânea. Nessas obras, aproveita para registrar sua pessoal interpretação da realidade de vida cotidiana em várias partes do mundo por onde passou.

       Fatima Marques revela em suas obras a grandiosidade de sua arte, bela, detalhada e primorosa e ao mesmo tempo de inspiração marcadamente poética e feminina. Acredito que a artista deixa – se influenciar tanto pelos pintores renascentistas quanto pelos contemporâneos, embora na busca de um estilo sofisticado e de técnica apurada.

      A intenção decorativa em sua obra não a impede de limitar seus requintes estéticos, deixando sobressair o calor humano de uma forma viva, espontânea e concisa.
        Na dinâmica de sua composição conjuga-se a síntese da visão subjetiva bem como a disposição das cores captadas ao vivo. Por detrás das cenas que retrata é a luz que separa os vários componentes, neles concentrando até mesmo uma certa dramaticidade. O lirismo de sua pintura possui tanto uma estrutura orgânica, quanto depura os meios expressivos.
        Quando elabora paisagens entrecortadas ressalta o contraponto visual, a montagem analógica e a simultaneidade de movimentos. Os elementos se sobrepõem em vários planos numa sábia combinação entre as linhas horizontais e as curvas até alcançar o ponto de fuga, proporcionando ao tema escolhido uma luminosidade especial. Através de cortes audaciosos e assimétricos, em rica policromia, seus temas são tratados numa dinâmica e estática alternadas, mas de grande plasticidade.
        A complexa relação entre pintura e realidade é parte fundamental da ideia da própria arte. Mas não se trata, obviamente, de uma relação que permaneceu constante no tempo; assim como não permanecerá imóvel a capacidade de Fatima Marques de observar e colher tudo o que observa e a circunda.
        O que permaneceu invariável é o conceito de realidade que, na sua mesmo mutável aparência, continua a ser o intrigado complexo de imagens, objetos, situações e pessoas sempre ali prontas para serem capturadas e transformadas pela artista em metáforas daqueles sentimentos, emoções e reações que são a causa de seu impulso criativo.

nos visite