Coletivo FotoArte
Curador Faisal Iskandar

EXPOSIÇÃO
''FRONTEIRAS DA SURREALIDADE''

JUSBRANCO

Jussara Regina Branco é natural de Curitiba – Paraná, onde nasceu em novembro de 1961. Já aposentada como Funcionária Pública do Tribunal de Justiça do PR, iniciou na fotografia em 2013, com uma proposta absolutamente amadora e experimental, com câmera de baixa resolução e rejeitando, no seu primeiro ano, qualquer edição.

Publicou nos Blogs “Jussara Branco” e “Jussara Branco II” – no site “Google +”, extinto em abril de 2019, obtendo mais de 135.000 Visualizações em suas fotografias e a partir de janeiro de 2019 passou a publicar no site “Flickr”, onde angariou mais de 1.428.200 visualizações até a presente data (07/05/2021).

Realizou sua primeira exposição fotográfica no Restaurante Mikado – Curitiba-PR, com 14 painéis fotográficos (“Saindo do Virtual”) – julho de 2017.

A exposição “Visões” no “Café La Rauxa” – Curitiba-PR, com 10 fotografias (Marinhas e Abstratas) – agosto de 2019.

Participou do ECAV (Exposição Contemporânea de Artes Visuais) da APAP-Associação Paranaense de Artistas Plásticos) realizada no Memorial de Curitiba, com duas fotografias (“Dunas I” e “Dunas II”) – de dez 2019 a mar 2020.

Participação da Exposição Virtual “Fronteiras da Surrealidade” a partir de 06/05/2021.

Jussara Regina Branco também é Poeta, Bio-Terapeuta e Terapeuta Neo-Reichiana. Publicou o Livro “Andorinhas” e participou do livro coletivo “Palavra de Mulher – Poesias” – com três poemas de sua autoria (outubro/2019).

TERE TAVARES

Artes PlásticasMostras Individuais: 1) “Passos”, 2006, SESC CASCAVEL. 2) “Passos”, 2006, Biblioteca Unioeste – Campus Cascavel. 3) “Exposição 2007” Anfiteatro UNIOESTE, Cascavel, PR. 4) Exposição Poesia e Desenho 2008 semana da Mulher, JL Shopping. 5) “Mar és”, 2010 Centro Cultural Gilberto Mayer.

 

Mostras Coletivas: 2007: 1) XVII Salão Internacional de Artes Plásticas do Proyecto Cultural SUR/Brasil/ Bento Gonçalves, RS. 2) 7a Coletiva AAPLAC MAC, Cascavel, PR. 3) “Artes Sacras”, Centro Cultural Gilberto Mayer. 2008: 1) Exposição AAPLAC e JL Shopping. 2) 8@ Coletiva AAPLAC “Sou Cascavel” MAC Cascavel, PR. 2009: 1) I Arte Movimento JL Shopping. 2) I VIVARTE, Praça Wilson Jofre Cascavel, PR. 2010: 1) Ponto de Cultura AAPLAC e UNIOESTE. 2) 9ª Coletiva AAPLAC- MAC, Cascavel, PR 3) Coletiva Erechim/RS 2010. 2012: 1) “Cascavel Mostra sua Arte” – MAC Cascavel. 2017: 1) “ MOSTRA PRIMEIRA PANORAMA DAS ARTES VISUAIS DE CASCAVEL” MAC Cascavel. 2018: 1) “MOSTRA SEGUNDA PANORAMA DAS ARTES VISUAIS DE CASCAVEL”, MAC Cascavel, PR. 2019: “MOSTRA TERCEIRA PANORAMA DAS ARTES VISUAS DE CASCAVEL, MAC Cascavel, PR. 2020: MOSTRA QUARTA PANORAMA DAS ARTES VISUAIS DE CASCAVEL, MAC Cascavel, PR. 2020: MOSTRA A ARTE ESTÁ NO AR, Aeroporto Municipal de Cascavel, PR de dezembro de 2020 a abril de 2021. 2021 MOSTRA Primeira Mostra Coletivo Virtual – uma homenagem ao dia Internacional da Mulher “Senhora Secreta- Um olhar para as estrelas”, Curadoria de Vera Itajaí – ICASAA – Galeria de Arte Contemporânea de Curitiba, PR de Março de 2021

 

Ilustrações: Revista: 1) “MININAS” Belo Horizonte, MG,2007. Livros: 1)“Flor Essência”. 2004. 2) “Meus Outros” 2007. 3) “Entre as Águas” 2011. 4) “A licitude dos olhos” 2016. 5) “Na ternura das horas” 2017. 6) “Campos errantes” 2018. 7) ”Folhas dos dias” 2020.

Premiação:

Premiação: Edital Arte em toda parte- Lei Aldir Blanc – 2020- SECESP- Cascavel, PR

ROBERTO NEGRI

Natural de Campinas ( 1957), São Paulo, Brasil, Roberto Negri é artista visual
formado pela escola de desenho e pintura de Campinas com curso de ateliê e
pintura do MUBE Museu Brasileiro de Escultura São Paulo, SP, participante
do
Circolo Culturale Arti Decorative Rovigo
Exposições
Brasil: São Paulo Rio de Janeiro Campinas, Itália Rovigo Roma

Convido ao expectador se conectar com a energia do processo
criativo compartilhando da experiência da transformação de
se expressar e se conhecer através da arte.
Roberto Negri

ROSE AGUIAR

Rose Aguiar é artista visual brasileira com graduação em Artes (Educação Artística) no Bennett e três pós  graduações ( Universo, UNIRIO e UNB) na mesma área. Vive em Nova Friburgo, Rio de Janeiro. Trabalha com desenho, xilogravura, aquarela e fotografia há mais de 40 anos, tendo realizado exposições individuais e coletivas no Brasil (Fortaleza, Goiás, São Paulo, Porto de Galinhas, Rio de Janeiro e Nova Friburgo) e no Exterior (Nova York, Portugal, Osaka, Paris, Palermo, Milão…). Participou de Exposições pelo MUSA Contemporary Art durante 4 anos em diversas cidades europeias e com a Galeria Heclectik Art. Participou de diversos Congressos de Arte Educação no Brasil e no exterior filiada ao InSEA e a FAEB. Coordenou o grupo “Jovens Vivendo Arte Contemporânea”. Trabalhou durante 30 anos como professora de artes na Rede estadual de Ensino em Nova Friburgo (IENF) Foi diretora da Oficina Escola de Artes de Nova Friburgo.  Teve como mestres, Ivan Serpa, Lydio Bandeira de Melo, Eduardo Sued, Souza, Antônio Grosso, Chalib Jabour etc….  Publicou diversos textos acadêmicos e participou em catálogos de Arte no Brasil e no Exterior. Teve orientação da Lia do Rio, Marcia Zoé Ramos, Marília Jaci, Ricardo Esteves e atualmente Sara Figueiredo. Participou de duas residências artísticas, uma na França e outra em Lumiar – Rio de Janeiro. Publicou um livro de fotografias “ ÁGUA VIVA ”. Participou de exposições individuais, tais como SESC-NF, Usina Cultural ENERGISA – NF. Participou de muitas coletivas físicas e virtuais como na Galeria EIXO e Galeria ZAGUT – Rio. e participou do grupo  MP2 e agora do In-veRso, Investe na sua arte, curte  fotografias que instiguem o espectador, um estranhamento com seu tema atual A ÁGUA.

 

Sobre meu trabalho

 

Fotografias são produções mentais, científicas e ou metafóricas dependendo do percurso e do olhar que o artista se debruça em sua investigação .   O objeto desta pesquisa que se enquadra na simplicidade da observação, busca o efeito visual de imagens fotografadas digitalmente com celular Huawei da água a partir do movimento constante,  num espaço aquático que sofre interferências da luz do sol, pela natureza de um modo geral, no tempo do olho e do click do artista.   Essas imagens captadas ao longo da pesquisa, produto da ilusão de ótica, e da investigação apresentam construções visuais de linhas e espaços metafóricos abertos a múltiplos e improváveis que só o observador poderá construir.

ALCINA MORAIS

Natural de Minas Gerais. Vive no Rio de Janeiro há 40 anos.

Artista visual. Trabalha com fotografia, realizando recortes inusitados de cenas urbanas.

Participou da IV Bienal Internacional de Arte Contemporânea na Argentina – 2018, sendo premiada em 2º lugar e Menção Honrosa – Categoria Fotografia.

 

Exposição individual – Meu Olhar – ABAF – Assoc. Bras. de Arte Fotográfica, 2018.

 

Exposições Coletivas:   São Paulo-2020- Expo-Arte-Casa-Expo

Rio de Janeiro-2020 – Mblois Galeria

Portugal-Cascais-2020-Casa da Guia

Barcelona-2019 – Nui Art Gallery,  

                                     São Paulo-2019 – Galeria Espacio Uruguay

                        Búzios-2019 – Galeria Flory Menezes

                                    

Formação artística:

Curso de Fotografia – ABAF (Associação Brasileira de Arte Fotográfica – 2017)

Fotografia Contemporânea – Ateliê da Imagem – 2015

Letras – Português-Espanhol – Faculdades CCAA – 2008

JUSBRANCO
Capturar2
FRONTEIRASDASURREALIDADEFUNDOLAMPADAS
Capturar
ROSEAGUIAROUTDOOR
ALCINAMORAISoutdoor
RobertoNegri
TERETAVARES2
ALCINAMORAIS
JUSBRANCO1
previous arrow
next arrow